domingo, 13 de junho de 2010

Exame 2010.1 - Gabarito Extraoficial em elaboração

Prezados alunos e candidatos,
Prova finalizada e os professores do CURSO DOGMA já estão reunidos resolvendo a prova.
Acompanhem a divulgação do gabarito extraoficial para a 1ª fase do Exame de Ordem 2010.1, divulgaremos o início de cada resposta das questões, para possibilitar que todos os candidatos, independentemente do caderno, possam conferir seu desempenho na prova.
E para ajudá-los a controlar a ansiedade vamos postar as respostas à medida que tivermos solucionado as matérias, portanto, a qualquer momento já teremos as primeiras respostas.
Aproveitem, ainda, a oportunidade de postar seus comentários neste BLOG para que possamos orientá-los quanto à possibilidade de recursos.
Desejamos sucesso a todos os amigos.

42 comentários:

  1. vamos la!!!!

    estamos na esperança de passar!!!

    ResponderExcluir
  2. Constitucional MUITO foda. Deusulivre.

    ResponderExcluir
  3. Que acharam do nível da prova? Achei bem difícil...

    ResponderExcluir
  4. Eae ja resolveram alguma questão?

    ResponderExcluir
  5. ta amarraaaado em nome de Cristo !

    ResponderExcluir
  6. Achei dificil a prova hein?? Constitucional ta de pelar!!! eheheh

    ResponderExcluir
  7. Muito dificil...
    fodaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  8. Pessoal! A prova mais dificil que eu ja viii...credooooooooooooo..pegaram forte!

    ResponderExcluir
  9. QUANTO A QUESTAO 92 VAI SER ANULADA OU TINHA 2 PROVAS DIFERENTES???

    ResponderExcluir
  10. pessoal, qual é a margem de erro desse gabarito? Acertei 55...será que dá?

    ResponderExcluir
  11. faltou 4.. eu seria a favor de descobrir o endereço do presidente da OAB e dar uma surra naquele corno...

    ResponderExcluir
  12. Calma galera todo gabarito tem margem de erro de 10 questões
    este mesmo na questão 2 "miguel Reale" encontra-se errado. A resosta correta é d

    ResponderExcluir
  13. Prezado Jadson,
    Claro que todo o gabarito extraoficial tem margem de erro, e além disso pode servir para eventuais recursos. De qualquer forma, acredito que agora sua preocupação deva ser a segunda fase.
    Parabéns,
    Equipe Dogma

    ResponderExcluir
  14. Tem chance para quem ta com 45 pontos, ou a margem de erro não é tão grande?

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. o que ocorreu na questão 92???? qual é a resposta mais possível???

    ResponderExcluir
  17. Fiz 46 pts acho que já era.. nem é questão só de estudar, pois nas duas últimas provas o aumento da dificuldade já na 1ª fasé é um absurdo!

    A CESPE com esse aumento absurvo na inscrição p/ realizar a prova e a dificuldade que nem nos cursinhos, os professores estão conseguindo acompanhar a matéria que tem sido cobrada, deixa bem claro que só estão querendo encher o bolso com o nosso dinheiro!

    ISSO TEM QUE MUDAR!!!!

    ResponderExcluir
  18. Questão 79

    A questão analisa uma situação hipotética em que o advogado do reclamante interpõe recurso ordinário contra a sentença proferida pelo juiz de primeiro grau, que julgou improcedente o pedido de condenação em horas extras formulado pelo reclamante e indeferiu a oitiva das testemunhas arroladas.
    O advogado, ao recorrer, somente formulou pedido de cerceamento de defesa e nada mencionou acerca das horas extras negadas. Com isso, deixou de impugnar tal matéria em seu recurso.
    O disposto no art. 515 do CPC, aplicável subsidiariamente ao Processo do Trabalho pelo art. 769 da CLT, prevê que a apelação (recurso ordinário para o processo do trabalho) devolverá ao tribunal o conhecimento da matéria impugnada.
    Ademais, o efeito devolutivo dos recursos trabalhistas, previsto no art. 899 da CLT, é a representação do apótema jurídico conhecido como tantum devolutum quantum appelltaum, ou seja, será devolvido para a análise do tribunal somente a matéria impugnada.
    Carlos Henrique Bezerra Leite, ao analisar tal matéria, afirma que “as matérias não impugnadas nos recursos de natureza ordinária transitam imediatamente em julgado” (Curso de Direito do Trabalho, 8ª ed. 2010, p. 688)
    Assim, a alternativa correta é a B: “não tendo o advogado requerido análise das horas extras, o julgamento deve limitar-se ao que foi expressamente pedido, logo, não poderia o TRT estabelecer condenação em horas extras”.

    ResponderExcluir
  19. Prezado Hugo,
    A questão 92 tem duas alternativas possíveis e ambas são texto de lei. Muito provavelmente a OAB atribuirá às duas alternativas a opção correta, ou, ainda, opte por anular a questão.
    Vamos aguardar a posição oficial na terça-feira

    ResponderExcluir
  20. a questão 12 poderá ser anulada, uma vez que o nacional originário, somente será entregue ao TPI para ser julgado por aquela corte, caso no Brasil não tenha condições de proceder o seu julgamento. Nesse aspecto, não pode-se dizer em "compromisso", antes da tentativa de julgamento em corte brasileira.

    ResponderExcluir
  21. ate agora to com 45,sera q posso ter uma esperança?

    ResponderExcluir
  22. fiz 47 no dogma e 45 no damasio e em outro 48 só no corrigi pela lfg...posso ter esperança?Quais vcs acham q são passiveis de anulação?

    ResponderExcluir
  23. Vamos tentar recorrer o maior nº possível de questões pois as questões da última prova só não foram anuladas pois os concursandos deixaram de recorrer.
    Valeuuuuu

    ResponderExcluir
  24. Digo acima, poucos recorreram, uns deixaram para outros.
    abraço galera

    ResponderExcluir
  25. Fiz 45 pelo Dogma, 47 pelo Damásio, 46 por outro site... Tenho chance?!!?!?

    Obrigada!!

    ResponderExcluir
  26. Acredito que a questão 79, tenha outra resposta pois conforme a súmula 393 do TST o recurso ordinário tem efeito devolutivo em profundidade. Art. 515, §1º do CPC: "O efeito devolutivo em profundidade do recurso ordinário, que se extrai do §1º, do art. 515, do CPC, transfere automaticamente ao Tribunal a apreciação de fundamento da defesa não examinado pela sentença, ainda que não renovado em contra-razões. Não se aplica, todavia, ao cado de pedido não apreciado na sentença." Seria, acredito, mais um benefício ao trabalhador.

    ResponderExcluir
  27. Parabéns aos que tiveram exito, e aos que não obtveram exito, não percam as esperanças, pois recorrer ainda é uma arma só nossa, e temos que solicitar, mesmo para as pessoas que não alcançaram 45 pontos, pois vai saber o que passa na cabeça da OAB.
    Em outro comentário alertei a importância de solicitar a anula~ção, e deu certo, quase 50% dos examinados fizeram os recursos e surtui efeito anularam 5 questões. Foi inédito, sem contar que o Presidente Nac. da Oab é um cara muito sério e integro e ele peitou a anulação das questões. poderiamos ter recorrido muito mais e anulado muito mais. recorrer é o canal.

    ResponderExcluir